Zura!
> Informática
> Placas-Mãe

Placas-Mãe

44 resultados encontrados

Compartilhe esse resultado com amigos
Visualizar por
Lista
Grade
Imagens

Está em dúvida ?

Visite nossoGuia de Compras

  • 1
  • 2
Filtrar

Publicidade

Como escolher

A placa mãe, também conhecida como motherboard, é responsável por reunir todos os demais componentes de hardware do computador. E é por meio dela que os outros dispositivos também vão se conectar.  Se você pretende montar um computador, o mais aconselhável é que você comece a pesquisar um pouco mais sobre a placa mãe após escolher o processador.  

 

Placa Mãe IntelCompatibilidade com o processador

A escolha da placa mãe sempre deve vir associada com a do processador. Isso porque existem diferentes padrões de pinos de encaixe entre a placa mãe e o processador. No caso de um upgrade, dificilmente será possível trocar o processador sem trocar a placa mãe.

 

Como geralmente o usuário escolhe primeiro o processador antes de escolher a placa mãe, isso não costuma ser um problema. Pensando nisso, a Intel desenvolveu uma linha de placas mãe especialmente elaborada para os seus processadores.

 

Compatibilidade com o gabinete

O gabinete também tem de seguir o modelo de placa mãe escolhido, justamente para acomodá-la mais adequadamente e proporcionar melhor dissipação de calor aos outros componentes.

 

ConexõesPlaca Mãe Intel DH67BL

Antes de se decidir entre as inúmeras opções de modelos é necessário observar se a placa mãe escolhida vem com as conexões mais conhecidas, as quais o usuário provavelmente mais utilizará. Entre as mais comuns, estão as conexões USB, de rede (do tipo RJ 45), VGA, DVI.

 

Existem diversas outras menos comuns, como por exemplo a entrada HDMI para saída de vídeo. Essa escolha vai depender principalmente das preferências do usuário.

 

Slots

A placa mãe vem ainda com diversos slots, que nada mais são do que os encaixes nos quais podem ser colocados outros componentes do computador. O mais comum é que esses encaixes estejam paralelamente dispostos. Com exceção do encaixe para os pentes de memória e para o da placa de vídeo, os slots são iguais. O número de slots varia, mas é importante que haja no mínimo três deles.

Placa Mãe Gigabyte 

Na hora de comprar, também é importante que se avalie qual a quantidade de memória que vai ser instalada e que tipo de tecnologia de memória a placa mãe suporta. O número de slots para memória geralmente é de dois ou quatro.

 

Com a placa de vídeo isto ocorre da mesma forma. O usuário deve checar previamente que tipo de placa de vídeo ele pode instalar na placa mãe escolhida, obedecendo às especificações do fabricante da placa.

 
O que é
Foto de Placa-mâeA placa-mãe nada mais é do que um circuito central de um computador, onde fica grande parte dos componentes importantes do sistema e conectores para periféricos. Os principais itens de uma placa-mãe são: Processador, Memória RAM, Bios (memória ROM), Bateria e Chipset (norte e sul).

Entre os tipos mais conhecidos de placas-mãe estão a AT (Advanced Tecnology), que já é um modelo antigo e entrou em desuso desde 1997; ATX (Advanced Technology Extended) é um padrão AT aperfeiçoado, sendo a Intel uma das principais desenvolvedoras da placa; AT e ATX potencializam as tecnologias de cada uma das placas, o que trouxe aumento e flexibilidade comercial ao fabricante; BTX surgiu para substituir a ATX para otimizar o desempenho do sistema e melhorar a ventilação interna; LPX é um formato utilizado especialmente pela Compaq. Esse padrão foi criado para potencializar o uso de computadores mais finos; TX é um padrão criado pela VIA Technologies e destinado a computadores altamente integrados e compactos, ou seja, perfeita para o controlador On-Board, com vídeo, áudio, modem e rede integrados à placa-mãe.

Funcionamento e controladores da placa-mãe

A placa-mãe faz a conexão interna de componentes fundamentais do computador. Foto de Placa-mâeEla controla o funcionamento de peças como: HD, memória, processador, placa de vídeo, teclado, mouse, entre muitos outros. Seus componentes eletrônicos e entradas especiais (slots) são indispensáveis para que seja possível conectar os vários dispositivos.

Há dois tipos de controladores de placa-mãe disponíveis: On-Board e Off-Board. A On-Board integra e conecta os principais componentes da placa. Usa a capacidade do processador e memória RAM para obter a qualidade de imagem e vídeo, além de som, modem e rede. Por ser compacto e acoplado aos componentes fundamentais do computador, o formado On-Board é mais barato. Porém, a troca de peças individuais não é possível. A versão Off-Board tem componentes e circuitos que funcionam independentemente da placa mãe e, por isso, não necessitam do processador para trabalhar. Na maioria das vezes, quando dispositivos de vídeo, som, modem ou rede são acionados, a placa-mãe utiliza os slots de expansão para fazer esse trabalho. Seu preço é mais elevado que o formato On-Board, já que seu processamento é realizado pela própria placa-mãe.
Tipos

Diferente das outras placas, como a de vídeo, a placa-mãe tem a função de comandar os outros componentes (On-Board), ou cooperar com eles (Off-Board). Dependendo do modelo, a velocidade do computador pode ser maior ou menor, além, é claro, do aumento da qualidade de outros periféricos.

Foto de Placa-mãe ATAT
AT (Advanced Technology) era muito popular de 1983 até 1996, mas já está em desuso. Isso aconteceu porque seu espaço interno é muito reduzido, dificultando a circulação de ar. Os modelos AT são encontrados com slots ISA, EISA, VESA nos primeiro modelos e ISA e PCI nos mais novos AT. Com o padrão AT, é necessário desligar o computador pelo sistema operacional e aguardar um aviso de que o computador já pode ser desligado. Apenas desse modo o equipamento pode ser desligado. Isso se deve a uma limitação das fontes AT, que não foram projetadas para fazer uso do recurso de desligamento automático. Para responder a essas incapacidades, o padrão ATX foi criado.

Foto de Placa-mãe ATXATX
ATX (Advanced Technology Extended) nada mais é que o padrão AT aperfeiçoado. Um dos principais desenvolvedores do ATX foi a Intel, e seu maior objetivo foi solucionar os problemas do padrão AT. A maioria dos computadores novos vem baseada neste padrão. Entre as principais características do ATX, estão:

• Maior espaço interno, o que proporciona uma melhor ventilação da placa;
• Conectores de teclado e mouse no formato mini-DIM PS/2 (conectores menores);
• Conectores ligados diretamente na placa-mãe, sem a necessidade de cabos;
• Melhor posicionamento do processador, o que evita que o mesmo impeça a instalação de placas de expansão por falta de espaço;
• Conector de energia ligado à placa-mãe, o que beneficia a fonte de alimentação.

AT e ATX (simultaneamente)
Modelo criado durante a transição entre o AT e o ATX, onde ambas as tecnologias são encontradas simultaneamente.

Foto de Placa-mãe BTXBTX
BTX é um formato de placa-mãe criado pela Intel. Surgiu para substituir o formato ATX, assim como o ATX/AT (simultaneamente) substituiu o AT. O objetivo do BTX foi otimizar o desempenho do sistema e melhorar a ventilação interna. Apesar disso, o desenvolvimento desse padrão foi interrompido para dar espaço às novas tecnologias.





Foto de Placa-mãe LPXLPX
Formato usado por computadores de marcas específicas, como a Compaq. Esse tipo de placa-mãe não possui slots; estão localizados em uma placa à parte chamada “backplane”. Há um padrão mais compacto denominado Mini LPX, que foi criado para permitir computadores mais finos.




Foto de Placa-mãe ITXITX
Padrão criado pela VIA Technologies, para micros altamente integrados, compactados e com bom preço. O formato On-Board, ou seja, vídeo, áudio, rede e modem integrados à placa-mãe, potencializa essas características.

A sua fonte de alimentação é fisicamente menor, o que reduz o consumo de energia e possibilita a montagem de um computador mais compacto.

Características
Soquete
O soquete é um dos principais componentes da placa-mãe. É nele que o processador é encaixado e, de acordo com a quantidade de pinos para encaixe que ele possui, é possível definir qual é o soquete. Esse procedimento é chamado de pinagem, termo esse que define qual família de processadores é suportada pela placa.

Entre os modelos mais conhecidos, estão: o soquete 775 da Intel e o soquete AM2/AM2+ da AMD.

Chipset
Assim como o soquete, o chipset tem grande importância para a placa-mãe. Ele é responsável pelo controle dos barramentos e acesso à memória, entre outros. Na maioria das vezes, a sua configuração interna é dividida em duas: a ponte norte (North Bridge), que controla a memória, barramento de vídeo (slot AGP ou slot PCI-Express) e transfere dados; e a ponte sul (South Bridge), que controla componentes e periféricos.

Além disso, o chipset é uma espécie de delimitador de capacidade nas placas-mãe. Ele define qual a quantidade e tipo de memória suportada, quantos e quais tipos de HDs serão compatíveis, qual a velocidade máxima que o processador ligado à placa-mãe poderá ter, entre outras funções.

O chipset também específica e seleciona quais componentes On-Board farão parte da placa-mãe. Periféricos On-Board, como foi citado anteriormente, têm baixo custo se comparados aos Off-Board, que precisam ser comprados separadamente (placa de vídeo, placa de som, placa de rede, entre outros).

Chip da memória BIOFoto de BIOSS
Em inglês, Basic Input/Output System, controla grande parte das funções básicas do computador e realiza um auto-teste toda vez que a máquina é ligada.

Chip do relógio de tempo real
Esse chip funciona à bateria e mantém as configurações e o tempo (data/hora) do sistema.

Slots e portas da placa-mãe:
• USB (Universal Serial Bus) ou Firewire: periféricos externos;
• PCI (Peripheral Component Interconnect): conexão para placas de vídeo, som e captura de vídeo, assim como placas de rede;
• AGP (Accelerated Graphics Port): porta exclusiva às placas de vídeo;
• IDE (Integrated Drive Electronics): interface para os discos rígidos.
Marcas

Foto de Placa-mãe IntelIntel
A Intel Corporation é uma empresa americana de tecnologia, com sede na Califórnia e uma das maiores fabricantes de chips semicondutores do mundo. Criou a série x86 de microprocessadores, encontrado na maioria dos computadores pessoais. Fundada em 1968, como Integrated Electronics Corporation, também desenvolve placas-mãe, controladores de interface de rede, circuitos integrados, memória flash, chips gráficos, processadores e outros dispositivos relacionados às comunicações e computação.

GigabytFoto de Placa-mãe Gigabytee
A Gigabyte foi criada em 1986 por quatro jovens engenheiros. Fabrica máquinas e circuitos, placas de vídeo, notebooks, desktops, componentes para PC, telefones celulares, servidores, soluções de datacenter, entre outros componentes.

 

 

 

Foto de Placa-mãe AsusAsus
Asustek Computer Incorported (ou simplesmente Asus) é uma fabricante multinacional de produtos de computador com sede em Taiwan. Sua gama de produtos inclui placas-mãe, desktops, laptops, servidores e telefones móveis. A empresa também produz componentes para outros fabricantes, incluindo Dell, Northwest Falcon, Hewlett-Packard e a Apple.

 




MSIFoto de Placa-mãe MSI
Desde a sua fundação, em 1986, utiliza sua experiência na fabricação de placas-mãe, placas de vídeo, notebooks, all-in-one, entre outros produtos para computador.

 

 

 


Logo Placa-mãe SupermicroSupermicro
Fundada em 1993 e sediada na Califórnia, tem seus centros de operações localizados no Vale do Silício, Taiwan e Holanda.

Super Micro Computer ou Supermicro produz tecnologia de alto desempenho e é uma provedora end-to-end de soluções de computação. A empresa desenvolve diversos componentes para a construção de eficiência energética e aplicações otimizadas de computação. Esta ampla linha de produtos inclui servidores, blades, sistemas de GPU, estações de trabalho, placas-mãe, gabinetes, fontes de alimentação, tecnologias de armazenamento, soluções de rede e gabinetes/acessórios.

PCwareFoto de Placa-mãe PCware
PCware foi fundada em 1990, sendo uma das principais fabricantes independentes de fornecedores de soluções TIC na Europa. Desenvolve placas-mãe certificadas para Windows Vista, que suportam processadores Intel e AMD, entre outras placas gráficas.

 

 

Foto de Placa-mãe DigitronDigitron
Digitron é uma marca de Elektron Technology, um grupo global especializado no desenvolvimento de produtos e soluções tecnológicas para os mercados de negócios.

 

 

ECS ElitegroupFoto de Placa-mãe Ellegroup
A ECS Elitegroup Computer Systems foi criada em 1987 e desenvolve placas-mãe, desktops, notebooks, placas gráficas e outros produtos móveis.

 

 

Foto de Placa-mãe VS CompanyVS Company
A VS Company é uma divisão do Grupo Visum, uma das maiores fabricantes nacionais de terceirização de montagem eletrônica. Fabrica placas para processadores Intel e AMD, além de disponibilizar soluções de alta tecnologia para marcas dos setores de informática, segurança, telecomunicações, automação, energia, automotivo, entre outros.

FoxconnFoto de PLaca-mãe Foxxcom
Fundada em 1974, em Taiwan, por Terry Gou, CEO da empresa, a Foxconn desenvolve componentes eletrônicos e de computador para empresas grandes, como Apple, Dell e HP; placas-mãe baseadas nos chips da Intel; Playstation 2 e Playstation 3, da Sony; Nintendo Wii, da Nintendo; Xbox 360, da Microsoft; telefones celulares da Motorola, entre outros.

Placa-mãe On-Board x Placa-mãe Off-Board

Assim como as placas de vídeo, que complementam o formato On-Board ou processam os gráficos individualmente, as placas-mãe também têm essa divisão, onde trabalham sozinhas para melhorar o processamento e velocidade do computador (Off-Board) ou comandam outras placas – vídeo, som, modem e rede – (On-Board). Essa divisão, mesmo que seja simples, pode dificultar a escolha do consumidor por qual placa-mãe optar.

A placa-mãe On-Board é compacta e tem a função de controlar as placas integradas. Para isso, ela “rouba” recursos do processador e da memória RAM, o que compromete a velocidade e decodificação gráfica. Durante esse processo, a máquina tende a superaquecer com mais rapidez, pois a placa tem que trabalhar por todos os componentes que integra. Além disso, a troca dos componentes internos não pode ser feita à parte, ou seja, para substituir um componente é necessário se desfazer da placa-mãe como um todo. Os periféricos também não podem ser trocados ou atualizados. Por isso, ao investir em um modelo On-Board reflita sobre as suas necessidades. Analise as opções para não ter que trocar de placa depois de seis meses de uso. Em contrapartida, esse tipo de placa tem baixo custo e pode ser útil para tarefas simples que não exigem muito da máquina e de seu processamento.

A placa-mãe Off-Board tem sistema dedicado, ou seja, não precisa utilizar recursos de outros componentes do computador para obter desempenho razoável. Dessa forma, todas as placas integradas à placa-mãe funcionam com qualidade total. Diferente da On-Board, onde não é possível fazer atualizações ou trocas, a placa Off-Board permite updates, característica fundamental para quem costuma utilizar o computador para jogos ou programas gráficos que exigem muito da máquina e seu processador.

Para quem busca alto desempenho, as placas-mãe Off-Board são mais indicadas, pois são mais completas e não usam os recursos do computador para exercer suas funções. O formato On-Board é ideal para o uso doméstico, já que possui configuração simples.

Vídeo

Montagem de placas mãe

http://www.youtube.com/watch?v=-ZyijN7oCYU

Curiosidades
Sons estranhos no seu computador podem dizer muita coisa
Certamente, você já ouviu algum som diferente em seu computador, como bips durante a realização de tarefas, barulhos ao ligar e desligar o PC, entre outros. É perceptível que esses sons não são normais e que devem receber mais atenção, principalmente quando os ruídos costumam ser longos, constantes e que derivam da placa-mãe. Conheça alguns sinais sonoros que indicam problemas em seu computador:

Som longo e um breve sinal sonoro: erro na placa-mãe ou na ROM basic. Geralmente ocorre em placas antigas.

Bips constantes: defeito na placa-mãe.

Tom contínuo: falha de alimentação elétrica.

Toque longo: erro de RAM.

Um bip longo e dois curtos: gráfico de erro de cartão.

Dois bips longos e um curto: erro na sincronização de imagens.

Dois bips: erro de paridade de memória. Isso acontece com frequência em computadores antigos, que tinham memória de dois módulos.

Três bips curtos: indica que há um erro na memória RAM.

Cinco bips curtos: indica que o processador ou a placa gráfica estão bloqueados. Pode ocorrer com superaquecimento.

Seis bips curtos: erro do teclado.

Nove bips curtos: defeito na conta do BIOS RAM.

Nenhum produto
Selecione e compare

máximo de 4 produtos

  •  
  •  
  •  
  •  
Cadastre seu e-mail

Cadastre seu e-mail para receber ofertas especiais do ZURA!

carregando...